Quem vende afinal: o vendedor ou o gerente?

Quem vende afinal: o vendedor ou o gerente?

Essa é uma questão levantada toda hora por quem é do mercado de varejo. Vamos tentar entender o ponto de vista de cada lado antes de tiramos conclusões precipitadas a respeito. Antes porém uma definição para vendedor ” Aquele que vende.”

 

 

A resposta é dividida em duas partes importantes: a primeira é que ninguém é insubstituível, no caso de o vendedor ser dependente do gerente para tirar uma venda, o que acontecerá quando esse não estiver na loja ou acompanhando ele em uma negociação?

Segundo, se toda vez que ele precisar se virar o gerente estiver do lado e fizer para ele, que dia e de que maneira ele vai se preparar?

Tem gerente que gosta disso, da sua equipe depender de sua eficiência, capacidade de resolver absolutamente tudo – quando ele está fora é um caos total.

Sua desenvoltura na mesa de negociação e sobretudo a capacidade decentralizar as coisas. Isso gera dependência individual que é péssimo para os negócios.

Todos devem ter sua importância, gerente bom é aquele que extrai o melhor de cada membro da equipe e faz com que ele seja por si só seu próprio gestor.

Não tem por que ter medo de delegar a seus subordinados e ficar com receio que alguém se destaque quando tirar férias ou folga e tome o seu posto.

A competência do gestor se mostra eficaz exatamente nessas horas em que está ausente e precisa preparar sua equipe para o combate sem ter que estar presente o tempo todo.

No jiu-jitsu o faixa branca sabe os mesmos golpes do faixa preta. A diferença é a experiência e a prática na execução dos movimentos. Quanto mais prática mais experiência, aí eu te pergunto: um gerente que forma um grupo de faixas pretas terá reconhecimento, o que você acha?

O melhor é ação conjunta, time joga junto, cada um faz a sua parte e estando presente ou ausente o gerente é fundamental na construção, relacionamento e motivação da equipe e fundamental no resultado final mas precisa e conta com ação individual de cada um da equipe.


Djalma Luiz de Almeida

Djalma Luiz de Almeida

Experiência de mais de 22 anos de varejo, coaching de equipe, trabalho com treinamento de software e ministro técnica de vendas nas empresas em abrangência nacional. Desenvolvo métodos de aprimoramento de acordo com o comportamento do consumidor.
Nenhum comentário ainda. Se o primeiro (a)!

Comente!