3 problemas que você quer eliminar na sua relação com os clientes!

3 problemas que você quer eliminar na sua relação com os clientes!

Ter um negócio próprio é um grande desafio. Criar os produtos ou serviços, divulgar, atender e conquistar clientes, negociar e vender. É um ciclo que acontece todos os dias e tudo que você e sua empresa desenvolvem, planejam e produzem tem um único objetivo: os seus Clientes.
Mesmo com toda a modernização para fabricar, para fazer projetos, marketing, os Clientes são o centro e sempre vão exigir muita dedicação, capacidade de negociar, qualidade no atendimento e ainda assim a relação com eles nem sempre será fácil.
Escolhemos 3 problemas que você quer eliminar na sua relação com os clientes e torna-los mais presentes no seu negócio.

 

 

1) Está faltando clientes no seu negócio?

A porta está levantada e sua equipe pronta para receber e atender os clientes. Mas eles não surgem. Ou são bem menos do que você planejou e precisa para fazer o negócio girar.
É preciso avaliar alguns fatores que podem explicar:
Seu público-alvo está definido corretamente?
Esta definição é fundamental, pois tudo que vem depois – marketing, identidade visual e atendimento – é baseado neste público-alvo. Seus produtos ou serviços podem estar caros demais ou simples demais para estes clientes.
A solução é revisar o estudo, para definir o público-alvo correto.
A comunicação com os clientes está correta?
O perfil de cliente está correto, porém os canais de comunicação escolhidos não chegam até eles – por exemplo, um horário popular de TV para clientes de classe alta.
A solução é rever as formas de comunicação – as redes sociais e e-mail marketing podem ser a opção para o exemplo acima.
A conversão para vendas está correta?
Os clientes chegam até o site/blog, redes sociais e atendimento telefônico da empresa, mas não há uma forma correta para mantê-los interessados nos produtos e na empresa e para leva-los a solicitar orçamentos e comprar.
Também pode haver problemas na forma de negociar com eles – a linguagem usada, a qualidade dos dados, a rigidez na negociação – veja este artigo onde falamos mais a respeito.

2) Seus clientes acham seu produtos caros?

Isto pode ocorrer porque você está oferecendo seus produtos para clientes que não tem o perfil para ver valor e investir neles – como falamos no item anterior.
Outro fator, muito comum e crítico, é quando oferecemos o produto de uma forma que não demonstra os benefícios que o cliente quer ver, e por este motivo ele não vê o valor que faça ele pagar o preço que você deseja. Por exemplo, oferecer um smartphone ressaltando a qualidade da câmera para um executivo, que vê mais valor em velocidade e programas.
E muitas vezes o cliente vê valor no seu produto, mas o preço pode estar fora do mercado quando comparado com concorrentes do mesmo nível. Neste caso, é preciso voltar para a prancheta e rever seus custos e a margem.
As mentiras que falam sobre preço alto

2) As reclamações dos clientes são muitas?

Este é um problema sério não só para colocar em risco o relacionamento com os clientes que reclamam, mas para perder eles como divulgadores do seu trabalho e, pior, espalhar uma imagem ruim da sua empresa.
E sabemos que a má impressão corre rápido e custa caro para ser parada e mais ainda para virar uma boa impressão. As causas são graves e precisam ser corrigidas o quanto antes:
• Descumprimento de condições fechadas.
• Atrasos ou problemas na entrega.
• Problemas com a qualidade do produto.
• Falhas no atendimento pós-venda e em novas negociações.
Aqui recomenda-se:
• Um grande esforço para resolver o mais rápido possível.
• Verificar onde o cliente reclamou formalmente e emitir uma resposta, para que a notícia da solução fique pública.
• Reunir com a equipe responsável pela falha e rever o processo para evitar que aconteça novamente.

Gostou deste artigo?
Temos mais conteúdo de qualidade em nosso blog.
A B2B Treinamentos é um centro de capacitação profissional na área de gestão de negócios.
Venha nos conhecer!


Djalma Luiz de Almeida

Djalma Luiz de Almeida

Experiência de mais de 22 anos de varejo, coaching de equipe, trabalho com treinamento de software e ministro técnica de vendas nas empresas em abrangência nacional. Desenvolvo métodos de aprimoramento de acordo com o comportamento do consumidor.
Nenhum comentário ainda. Se o primeiro (a)!

Comente!